Club de
Marília-Pioneiro

Mostrando todas as publicações do Clube

Reunião interclubes aborda a “gratidão” como tema central

Reunião entre dois clubes rotários da cidade de Marília, na região centro-oeste do interior do Estado de São Paulo, na sede da Associação Comercial e Industrial de Marília, abordou a “gratidão” como tema central do encontro envolvendo rotarianos do Rotary Club de Marília-Pioneiro e Rotary Club de Marília-Coroados, ambos do Distrito 4510 do Rotary International, considerados como clubes irmãos, até pelo fato do primeiro ser o padrinho de fundação do segundo. “Foi um encontro em que decidimos um tema específico, em que abordássemos um assunto mais pessoal do que rotário”, disse a cirurgiã dentista Sandra Aparecida de Souza Craveiro Tavares, presidente do Rotary Club de Marília-Pioneiro. “A proposta é que o assunto fosse mais pessoal, de comportamento, que atingisse a todos”, reforçou o administrador de empresas, Silvio Henrique Lustosa da Silva, presidente do Rotary Club de Marília-Coroados. O convidado da noite foi o mestre e doutor em Ciência da Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP), e pós-doctor pela Universidad Carlos III de Madrid, Espanha, sendo atualmente professor titular da Unesp-Marília, José Augusto Chaves Guimarães, que durante pouco mais de 30 minutos falou sobre o tema mostrando conceitos, pensadores e comparação ao trabalho dos rotarianos. "Gratidão é não apenas a maior das virtudes como também a mãe de todas as outras”, demonstrou o expositor ao lembrar do orador e filósofo romano, Cícero, que, segundo o estudioso mariliense, definiu com propriedade o que seria a gratidão. Durante os primeiros minutos foram apresentadas uma série de definições sobre o tema: “Gratidão vem do latim “gratia” (graça) ou “gratus” (agradável)”, começou a ensinar o professor especialista. Diante das explicações, José Augusto Chaves Guimarães, que já esteve no Rotary Club de Marília-Leste por mais de 10 anos, mostrou os elementos da gratidão (cognitivos, afetivos, comunicativos e conotativos), além das dimensões emocionais da gratidão entre sentimento, desejo e vontade. “Podemos ter gratidão por uma pessoa ou por uma coletividade”, falou ao comparar a um sujeito determinado ou a um órgão governamental, como exemplos. “A gratidão pressupõe uma via de mão dupla para a: interação, reconhecimento, alteridade e fraternidade”, ensinou o mestre, doutor e pós-doctor que mostrou a gratidão do ponto de vista do cristianismo, budismo, islamismo e até na área musical, com trechos de música de Paul MacCartney. Um aspecto interessante abordado pelo convidado foi quando mostrou a gratidão no universo rotário, se baseando nos dois lemas principais da organização mundial: “dar de si, antes de pensar em si” e o outro lema mundial, “mais se beneficia, quem melhor serve”, amplamente defendidos pelos rotarianos nos 219 países onde se encontram. “Vários lemas rotários apresentados anualmente, para cada gestão, reforçam o pensamento da gratidão”, enumerou José Augusto Chaves Guimarães ao citar 13 lemas que estão, na opinião dele, ligados a gratidão de forma generalizada, finalizando com citações de: Melody Beattie, William Arthur Ward, Denis Waitley e Lionel Hampton, quando finaliza com uma proposta: “Não há no mundo exagero mais belo que a gratidão. Exageremos”, finalizou o convidado que foi aplaudido por todos os rotarianos e convidados ao ser agraciado pelo clube anfitrião com um certificado de participação. #Eficaz Comunicação Empresarial Ltda – METelefone:(14) 98137.7189 (Vivo) E-mails: redacao@eficaz.jor.br ou atendimento@eficaz.jor.brSite: www.eficaz.jor.br - Twitter: marciocmedeirosLinkedin: https://www.linkedin.com/in/márcio-c-medeiros-69097820/www.facebook.com/EficazComunicacaoEmpresarialSkype: marciomedeiros8020Instagram: marcio.c.medeiros

Postado em 12 de Dezembro de 2018 por Rotary Club de Marília-Pioneiro

Rotarianos elaboram 13 projetos e agora buscam parceiros

O resultado prático do Fórum de Elaboração de Projetos desenvolvido pelo Rotary Club de Garça, no Distrito 4510 do Rotary International, na região centro-oeste do interior do Estado de São Paulo, foi a elaboração de 13 projetos dentro dos moldes da The Rotary Foundation, que necessitarão de parceiros internacionais para serem viabilizados. “O importante é que aprendemos como escrever um projeto e vimos que não é complicado”, admitiu o vice presidente do clube rotário garcense, Luiz Carlos Gomes de Sá, que reuniu clubes rotários das cidade de: Marília, Vera Cruz, Garça, Duartina e Piratininga, para um encontro regional com este objetivo. “Foi bem esclarecedor e bastante prático”, reforçou o dirigente que espera obter resultados positivos para breve. O encontro foi dividido em duas partes, sendo a primeira de conscientização e a segunda de exercícios práticos. “De nada adiante escrever o projeto se não houver a consciência sobre a fundação dos rotarianos”, disse o Governador Eleito do Distrito 4510 do Rotary International, Marcos Antônio Carchedi, associado ao Rotary Club de Marília-Tradição, que mostrou aos participantes como surgiu a The Rotary Foundation e como se mantém. “A internacionalidade é o ponto alto deste processo”, reforçou o Governador do Distrito 4510 do Rotary International, Gestão 2006-07, Alonso Campoi Padilha Júnior, associado ao Rotary Club de Bauru-Norte, que mostrou as alternativas de se conseguir parceiros internacionais, uma exigência para a realização de um Global Grants, ou seja, obter um subsídio global de no mínimo US$ 30 mil. “A ideia pode ser boa, mas é preciso seguir o padrão da fundação e escrever o projeto de acordo com os formulários e normas da nossa instituição financeira”, reforçou o Governador do Distrito 4510 do Rotary International, Gestão 2011-12, Márcio Cavalca Medeiros, associado ao Rotary Club de Marília-Pioneiro, que orientou o exercício prático. Durante aproximadamente oito horas, entre conceito, almoço e exercício, os participantes elaboraram 13 projetos dentro do formato exigido pela The Rotary Foundation, restando apenas os documentos fiscais sobre o investimento a ser feito, preenchimento de planilhas e o parceiro internacional. “Avançamos muito, ficando esta lição pra fazermos com o clube, que teremos que discutir e trabalhar com os demais associados do clube”, disse Zenaide Caldamone Cabreira, associada ao Rotary Club de Garça, uma das mais entusiasmada na elaboração de projetos. “Vamos elencar os projetos que escrevemos em termos de prioridades e buscar a documentação necessária e já trabalharmos na busca de parceiros”, falou animada ao verificar a simplicidade de se escrever um projeto. “É preciso que haja dedicação”, resumiu ao ouvir na exposição de que fazer um projeto global com a The Rotary Foundation não é difícil, mas é trabalhoso. Diante dos resultados positivos obtidos eventos semelhantes estão sendo programados nas cidades de Bauru, Tarumã, Presidente Prudente e Pacaembu. “A proposta é estimular os clube com instrução, orientação e informação de como desenvolver um projeto com a nossa fundação rotária e promover o investimento em nossas comunidades”, disse o Governador do Distrito 4510 do Rotary International, João Evangelista Pereira, associado ao Rotary Club de Lucélia ao sugerir mais encontros interclubes, fóruns ou seminários neste sentido, satisfeito com a movimentação dos rotarianos neste sentido. LEGENDA – Encontro realizado na cidade de Garça será o primeiro de uma série de vários a ser realizado na regiãoLEGENDA/FOTO – ARQUIVO: Fórum 111218 A, B, C e D #Eficaz Comunicação Empresarial Ltda – METelefone:(14) 98137.7189 (Vivo) E-mails: redacao@eficaz.jor.br ou atendimento@eficaz.jor.brSite: www.eficaz.jor.br - Twitter: marciocmedeirosLinkedin: https://www.linkedin.com/in/márcio-c-medeiros-69097820/www.facebook.com/EficazComunicacaoEmpresarialSkype: marciomedeiros8020Instagram: marcio.c.medeiros

Postado em 11 de Dezembro de 2018

Clube promove fórum sobre elaboração de projetos

O Rotary Club de Garça, no Distrito 4510 do Rotary International, promove neste sábado, dia 08, a partir das 9 horas até as 17 horas, o fórum sobre elaboração de projetos para a The Rotary Foundation, reunindo clubes da microrregião, envolvendo as cidades de: Marília, Vera Cruz, Duartina e Piratininga, além dos rotarianos da cidade de Garça. “A ideia é fazer com que esse pessoal não tenha dificuldade para participar, e que possa aprender com propriedade como fazer um projeto para a nossa fundação”, disse Zenaide Caldamone Cabreira, associada ao Rotary Club de Garça, que tomou a iniciativa em promover o encontro. “Muitos reclamam que não sabem fazer, essa é a oportunidade de aprender a fazer”, completou Luiz Carlos Gomes de Sá, que também está na organização do encontro regional. O evento será das 9 as 17 horas na sede do Rotary Club de Garça e está dividido em duas partes: na parte da manhã será dedicada a conscientização do rotariano em ver na The Rotary Foundation as ferramentas para os investimentos na sociedade. “Vamos mostrar como surgiu a fundação, como que podemos usufruir dos programas existentes e como conseguir parceiros no exterior para a execução dos projetos”, explicou Zenaide Caldamone Cabreira ao convidar os governadores do Rotary International: Marcos Antônio Carchedi, associado ao Rotary Club de Marília-Tradição; Alonso Campoi Padilha Júnior, associado ao Rotary Club de Bauru-Norte e Márcio Cavalca Medeiros, associado ao Rotary Club de Marília-Pioneiro, para fazerem a instrução sobre o Rotary e a The Rotary Foundation. Na parte da tarde, após o almoço que será no local, serão realizadas as oficinas de trabalho. Cada rotariano participante com notebook ou tablet em mãos, vai escrever um projeto que será futuramente encaminhado para a The Rotary Foundation. “Cada rotariano escreverá um projeto o que fará com que um dos clubes envolvidos tenha mais de um projeto pronto”, reforçou Luiz Carlos Gomes de Sá ao mostrar o objetivo do fórum. “O formulário de projetos da fundação será preenchido passo a passo com todos, que no final, terá um projeto praticamente pronto, restando os documentos fiscais e o parceiro”, frisou Luiz Carlos Gomes de Sá que está providenciando tomadas elétricas, almoço e acomodação para todos os participantes, uma vez que estão envolvidos 14 clubes rotários, de cinco cidades da região centro-oeste do interior do estado de São Paulo. A ideia de fazer este encontro despertou o interesse de clubes rotários nas cidades de Pacaembu, Bauru, Tarumã e Presidente Prudente que em breve realizarão evento semelhante que busca exercitar a elaboração dos projetos para a The Rotary Foundation, órgão que financia os investimentos dos clubes rotários no mundo. “Nosso clube tem várias ideias, tem recursos financeiros e conhecemos vários clubes do exterior”, admitiu Zenaide Caldamone Cabreira. “Mas não sabemos colocar tudo isso no papel, nos formulários, e promover um Global Grants”, reconheceu a rotariana que espera ter várias alternativas de investimento na comunidade de Garça no valor mínimo de US$ 30 mil. “O ideal é que todo clube saiba preencher os formulários e trabalhar no sentido de ter parceiros e que tenha conhecimento de escrever o projeto dentro das exigências da nossa fundação”, completou Luiz Carlos Gomes de Sá. #Eficaz Comunicação Empresarial Ltda – METelefone:(14) 98137.7189 (Vivo) E-mails: redacao@eficaz.jor.br ou atendimento@eficaz.jor.brSite: www.eficaz.jor.br - Twitter: marciocmedeirosLinkedin: https://www.linkedin.com/in/márcio-c-medeiros-69097820/www.facebook.com/EficazComunicacaoEmpresarialSkype: marciomedeiros8020Instagram: marcio.c.medeiros

Postado em 06 de Dezembro de 2018

Reuniões Segundas-Feiras | 20:00
Rua Aimorés, 501 HOTEL QUALITY SUN VALLEY,000